Cientistas estão animados com os primeiros resultados obtidos com a vacina contra diabetes. Os pesquisadores do Hospital Geral de Massachusetts, liderados pelo doutora Denise Faustman, apresentaram dados preliminares de um ensaio clínico com pacientes diabéticos que parece indicar que a vacinação contra a tuberculose poderia talvez reverter a diabetes tipo 1.

vacina contra diabetes tipo 1

A busca pela vacina contra diabetes surge neste grupo de investigação há mais de duas décadas. Para compreender a sua base de pesquisa, há que ter em conta alguns fatores. Em primeiro lugar, é necessário não esquecer que a diabetes tipo 1 é uma doença que resulta de um ataque autoimune contra as células beta do pâncreas, que são as que produzem insulina. Este ataque autoimune que causa a morte das células pancreáticas, as impossibilita de produzir insulina, o que gera a necessidade de ter que injetar esse hormônio para controlar os níveis de glicose no sangue.

A Vacina Contra Diabetes

Embora a diabetes tipo 1 seja considerada uma doença incurável, uma possibilidade para curar a doença seria frear o ataque autoimune e permitir assim que novas células beta pancreáticas se regenerem a partir de células-tronco presentes no pâncreas. Esta última possibilidade de tratamento ainda não está clara se realmente é viável, mas, em todo caso, é necessário acabar com o ataque autoimune para poder determinar se a cura pode ou não ser verdadeira.

Os pesquisadores pensaram que uma forma de reduzir e conter o ataque autoimune por meio de um fator solúvel que segregam algumas células do sistema imune quando detectam um inimigo. Este fator é chamado de fator de necrose tumoral alfa (TNF-alfa). Talvez estimular a resposta contra outro inimigo poderia diminuir a resposta para as células beta do pâncreas que, na realidade, não são um inimigo.

Como o fator TNF-alfa é difícil de conseguir, de forma pura, os pesquisadores consideraram que talvez seria possível estimular a secreção dele por outros meios. Dessa forma, os cientistas testaram a estimulação por meio de vacinas, simulando o ataque de um microrganismo imunizaram camundongos diabéticos com a vacina da tuberculose.

As injeções de vacina contra diabetes foram capazes de curar a doença nesses animais. As células beta do pâncreas se regeneram e os animais começaram de novo a produzir quantidades adequadas de insulina para controlar os níveis de glicose.

Estimulados por estes resultados, os cientistas decidiram usar este procedimento em pacientes diabéticos. Para isso realizaram um ensaio clínico de fase I com a vacina contra diabetes. Os resultados foram publicados há alguns anos e, neles, os cientistas revelaram que pacientes com diabetes por mais de 15 anos que se vacinaram com a vacina da tuberculose voltavam a produzir insulina de forma transitória por uma semana, embora esta melhoria não tenha sido permanente.

Agora, os cientistas estão realizando um ensaio clínico de fase II, com um número maior de pacientes. Os resultados preliminares da vacina contra diabetes foram apresentados pela Dra. Denise Faustman no Congresso da Associação Americana de Diabetes. Estes estudos parecem indicar que a administração da vacina da tuberculose na dose e protocolos específicos podem ser eficazes para reverter a diabetes tipo 1.

Alternativa Natural

Em busca de uma solução definitiva para o diabetes muitos pacientes estão aderindo aos tratamentos e terapias naturais. E um tipo de tratamento alternativo, denominado Diabetes Controlada, tem se destacado pelos os resultados obtidos que têm impressionado os especialistas. O autor do método de tratamento é um médico brasileiro, conhecido como Dr. Rocha, que está ajudando milhares de pessoas com a sua terapia natural para controlar o diabetes.

Veja a reportagem especial sobre o Tratamento Diabetes Controlada

Recomendados Para Você: