Dieta Para Diabéticos Eficaz no Controle da Glicemia

Nutrição e Diabetes estão diretamente relacionadas pois uma boa dieta para diabéticos é realmente eficaz a fim de manter o controle glicêmico.

dieta-diabetesUma dieta pobre de açucares e carboidratos pode ajudar a evitar muitas complicações originadas pela doença. A dieta não cura a diabetes, mas fará com que você tenha uma melhor qualidade de vida e mantenha a doença sob controle sem variações ou picos e consequentemente diminuir o uso de medicamentos.

A dieta para quem tem diabetes é fundamental para controlar os índices de glicemia do sangue. Isso porque, os picos de insulinas que ocorrem em pacientes que já diagnosticaram a diabetes é extremamente prejudicial à saúde e pode causar sequelas irreversíveis, como por exemplo, a perda da visão – cegueira – que é um dos casos mais comuns.

A má digestão de certos alimentos, tais como os ricos em açucares e amido, é uma das dificuldades de quem sofre de diabetes. Esses alimentos permanecem um período maior no processo digestivo e com isso, aumentam a glicose na corrente sanguínea. Esse fenômeno é chamado de glicemia (concentração de açucares no sangue). Sendo assim, existe alimentos que precisam ser completamente excluídos da dieta ou então, ter uma quantidade de consumo completamente diminuídas.

Domingo Espetacular – Especial Diabetes Controlada

O programa Domingo Espetacular revelou recentemente tudo sobre a Dieta para Diabéticos que está ajudando os diabéticos a vencerem a doença naturalmente. Dados clínicos confirmam a reversão em milhares de pacientes, veja a reportagem:

Nutrição Para Diabéticos:

A redução do consumo de gordura e sal é primordial para o controle da diabetes. Segue alguns exemplos de alimentos indicados para uma boa dieta para diabéticos, como também para hipertensos:

  • Aves (sem pele);
  • Peixes e carnes magras;
  • Leite desnatado ao invés do integral;
  • Queijo branco (Ricota é super indicado) ao invés de queijo gordo (amarelo);
  • Alimentos Ricos em Fibras Solúveis (aveia, farinha de banana verde, farinha de maracujá, semente de linhaça);
  • Verduras (de preferência vegetais folhosos verdes escuros);
  • Cereais;
  • Feijão/ Lentilha/ Ervilhas;
  • Frutas in natura ao invés de suco concentrado de frutas.

Índice Glicêmico dos Alimentos:

Um fator importante para uma dieta para pessoas com diabetes é consumir alimentos com baixo índice glicêmico, que são aqueles que não alteram muitos os níveis de glicose no sangue e por isso são os mais indicados para os diabéticos.

No vídeo abaixo o Dr. Rocha, autor do Programa Diabetes Controlada, explica quais são os piores alimentos para diabéticos:

Dicas Para Uma Boa Dieta Para Diabéticos:

Café da manhã: Procure tomar café da manhã diariamente. Estudos comprovam que pessoas que tomam café da manhã, geralmente, são mais magras que aqueles que evitam esta refeição matinal. Pois ao longo do dia você sentirá menos fome.

Fibras Solúveis: Aumente o consumo de alimentos ricos em fibras pois retardam a absorção do açúcar pelo organismo, ainda que o alimento após o consumo seja transformado em açúcar a presença das fibras inibe o aumento da glicose no sangue.

Equilíbrio: Evite comer além do necessário durante as refeições, de modo que depois passe várias horas seguidas sem se alimentar. Procure não repetir o prato, coma apenas o suficiente para se sentir satisfeito. Controlar o tamanho das porções é um dos passos que tornam uma dieta para diabéticos saudável.

Variedade de alimentos: Não faça refeições somente de carboidratos como, por exemplo, um prato de macarrão sem verduras, proteínas, legumes ou frutas. Adicione ao seu prato uma proteína magra de preferência frango sem pele ou peixe grelhado, verduras e frutas. O carboidrato se possível consuma arroz integral, macarrão sem glúten ou uma batata doce.

A American Diabetes Association (ADA) sugere que o ideal na hora da refeição é dividir o seu prato ao meio, de modo que uma metade seja divida em duas partes iguais. De maneira que o seu prato ficará dividido em três partes uma com 50% e duas com 25% cada. A metade maior, ou seja, 50% do prato deve ser ocupada com vegetais, verduras e legumes. Um quarto do prato, isto é, 25 % deve ser completo com proteína magra e o outro um quarto da refeição, 25% restantes, cheio de carboidratos complexos ricos em amido, de preferência grãos integrais que são ricos em fibras.

De acordo com a ADA, a divisão ilustrada na figura abaixo é o exemplo ideal de uma refeição para seguir em uma dieta para diabéticos.

refeicao-para-diabeticos

A variedade de alimentos é importante porque uma alimentação desbalanceada causa deficiência nutricional, diante disso não faça dietas que visam o consumo de apenas um grupo alimentar como, por exemplo, a dieta da proteína. A dieta da proteína para diabéticos não é indicada pois além do risco de hipoglicemia, há também uma possível sobrecarga dos rins que, por sua vez, pode aumentar a chance desenvolver nefropatia diabética.

Você pode ver mais algumas opções de alimentos, nesse artigo: Super Alimentos Para Diabéticos, de acordo com a Ciência.

Controle a fome: Se a fome chegar muito forte, provavelmente,  você vai sabotar o sue regime alimentar e além de comer mais do que deve, vai comer o que não pode. Desse modo, não fique longos períodos de tempo sem comer e se sentir que está com muita fome antes de uma refeição coma uma fruta como por exemplo uma maça ou um prato de salada de entrada.

Controle a sede: As pessoas não dão a devida importância para o consumo diário de água necessário. A água além de hidratar diminui a fome pois muitas vezes a pessoa está apenas com sede, desidratada, porém acha que está com fome. E nessa hora acaba consumindo, com maior frequência, sorvete, milk shake, sundae, refrigerante tudo isso porque não consumiu a quantidade de água que deveria.

Para criar o hábito de consumir mais água ao longo do dia, você pode usar uma dica simples que funciona muito bem. Mantenha sempre ao seu lado, no seu local de trabalho ou aonde estiver, uma garrafa de água, assim toda vez que olhar para a garrafa vai se lembrar de tomar água durante todo o dia.

Reduzir o consumo de Sal: Essa regra deve ser seguida por todos, principalmente por aqueles que são diabéticos e hipertensos. Uma vez que o consumo excessivo de sal ou sódio faz com que o coração bombei sangue rapidamente, mais do que o considerado normal, causando o aumento da pressão sanguínea. De tal maneira que se o problema se torna crônico pode gerar hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta.

Essas são algumas dicas valiosas que você já pode começar a implementar no seu dia a dia e melhorar a sua alimentação e consequentemente a sua saúde, e inclusive também podem ser  utilizadas em uma dieta para diabetes gestacional. A Dietoterapia é um tipo de terapia focada na parte nutricional dos pacientes, e possui diversos cuidados com a alimentação que devem ser seguidos durante o tratamento de certas doenças, como, por exemplo, restringir consumo de açúcar para os diabéticos ou de sal para os hipertensos.

Recomendados Para Você:

Dieta Para Diabéticos Eficaz no Controle da Glicemia
4.8 (95.91%) 915 votes