Amantadina → Bula, Para que Serve, Preço e Onde Comprar

O medicamento Amantadina foi desenvolvido para pessoas que fazem tratamento da Doença de Parkinson e efeitos colaterais causados pelos usos de medicamentos.

cloridrato de amantadina

É indicado para pessoas que fazem tratamento da Doença de Parkinson primária, ou seja, a doença não demonstra nenhuma causa externa detectável e também para pessoas que tratam da doença no seu estágio secundário, ou seja, quando surgem os sintomas da doença.

Também pode ser utilizado no tratamento de pessoas idosas que tenham Doença de Parkinson ligada a alterações nas camadas mais internas das artérias.

Bula do Amantadina

Para que Serve

O medicamento Amantadina é um antagonista não seletivo e não competitivo de baixa sensibilidade do receptor N-metil-d-aspartato com propriedades antiglutamatérgicas. O mecanismo de ação do medicamento é o Cloridrato de Amantadina, que exerce um controle sobre a liberação da dopamina, que é um neurotransmissor responsável por várias sensações que o corpo sente, e inibe o processo de receptação dessa substância.

Ele também pode induzir efeitos anticolinérgicos, ou seja, bloquear atividades de um neurotransmissor presente no sistema nervoso central.

Estudos com o medicamento mostraram que o Amantadina reduziu significativamente os distúrbios das atividades motoras, como também, a duração dessas atividades.

Posologia

Antes de fazer uso do medicamento, a pessoa deverá comparecer ao médico, a fim de que possa ser examinado, diagnosticado e, após ter a prescrição do remédio, aí sim, fazer uso dele.

A dosagem do medicamento variará de pessoa para pessoa, pois cada um reagirá de uma forma quanto ao medicamento.

Entretanto, após ser examinado pelo médico, o paciente poderá fazer uso do remédio Amantadina, isso se o médico responsável o indicar.

Geralmente, as doses desse medicamento são de 100 mg por dia, em duas doses, separados por doze horas. Começa a surtir efeito cerca de 48 horas após a sua utilização.

Em pessoas que sofrem de outros distúrbios associados ao Parkinson, ou que estejam fazendo uso de outros medicamentos para essa doença, a dose inicial deverá ser de 100mg por dia, podendo ser aumentada para 200 mg ao dia, divididas em duas doses de 100 mg, no intervalo de 12 horas, se o paciente não tiver nenhuma reação contrária a essa modificação.

Também existem alguns casos, poucos, em que o paciente não responde a dosagem de 200 mg por dia, tendo que ser aumentada para 400 mg, divididas em doses de 200 mg, de 12 em 12 horas. Os pacientes que fazem uso do medicamento nessa situação devem ter sempre acompanhamento médico e seguir as orientações da bula.

Contraindicações

Como todo medicamento, o Amantadina também têm algumas situações que devem ser evitadas o uso pelas pessoas que não se enquadrarem nesses termos.

É importante lembrar que, em hipótese alguma, a pessoa deve se automedicar, o uso do remédio deve ser receitado por um médico.

As contraindicações presentes para o uso do medicamento Amantadina são:

  • Pessoas que tenham alergia ao Cloridrato de Amantadina, substância ativa do medicamento, ou a qualquer um dos seus componentes, devem evitar o uso do medicamento;
  • Pessoas que tenham histórico de crises convulsivas e de úlceras gástricas e duodenais também devem evitar fazer uso do medicamento.

Caso a pessoa faça utilização de qualquer outro medicamento, deverá informar ao médico para que este verifique a possibilidade de fazer o uso do Amantadina ou não. 

Efeitos Colaterais

Como todo medicamento, o Amantadina apresenta alguns efeitos colaterais e reações adversas às pessoas que fazem uso dele.

Estudos mostram que essas reações são classificadas em comuns e raras. Os efeitos colaterais mais comuns são os que foram mais encontrados na maior parte das pessoas que ficaram expostas ao medicamento, como:

  • náuseas;
  • tontura;
  • instabilidade;
  • insônias;
  • episódios depressivos;
  • irritabilidade e mau humor;
  • alucinações;
  • confusão;
  • anorexia;
  • boca seca;
  • constipação;
  • edema nos membros inferiores;
  • dor de cabeça;
  • sonolência;
  • nervosismo;
  • diarreia e cansaço.

Já as reações incomuns, foram as:

  • insuficiência cardíaca;
  • transtornos mentais e comportamentais;
  • retenção urinária;
  • dispneia;
  • eritema;
  • vômitos;
  • astenia;
  • transtornos do humor;
  • amnésia;
  • pressão arterial elevada;
  • alterações visuais;
  • convulsões;
  • neutropenia;
  • eczema;
  • coma;
  • contratura de músculo;
  • parada cardíaca;
  • respiração ofegante;
  • taquicardia;
  • anormalidades no batimento cardíaco;
  • edema e febre.

Medicamentos genéricos e o preço do Amantadina

O medicamento genérico do Amantadina é o Biperideno.

O preço do Amantadina varia entre R$ 10,00 e R$ 15,00